Cheiro do Ralo (Em Portugues do Brasil)

LOURENCO MUTARELLI
O cheiro do ralo (2002), primeiro romance de Lourenco Mutarelli (que ja era figura consagrada no mundo dos quadrinhos), chegou as livrarias revestido de lenda viva: ele o teria escrito em apenas cinco dias, durante um feriado de carnaval. Mito ou verdade, a linguagem do livro demonstra urgencia incomum, correspondente ao seu curto periodo de composicao. Apesar de ser uma narrativa introspectiva, a acao nao cessa em nenhum momento dessa obra violentamente poetica, que deu novo rumo a ficcao brasileira contemporanea. O protagonista, proprietario de uma loja de quinquilharias, transforma o comercio em um sistema sadico para afligir seus clientes, tao desesperados quanto ele proprio. Obcecado pelo cheiro do ralo que vem dos fundos da loja e pela bunda da garconete do bar onde almoca todos os dias, o narrador (um sosia do moco que faz o comercial do Bombril) naufraga aos poucos em seus delirios. Entre a bunda e o ralo, nao lhe resta saida que nao seja ir para o buraco.

Reviews

No reviews
Item Posts
No posts