Maria de Sanabria

Diego Bracco
Eleito um dos melhores livros em língua espanhola de 2007 pelo jornal El País, o romance María de Sanabria narra a história da jovem nobre espanhola que liderou uma expedição ao Rio da Prata na companhia de outras mulheres em pleno século XVI. Para contar essa história fascinante e pouco conhecida, o escritor e historiador Diego Bracco empreendeu uma vasta pesquisa. É especialmente interessante ler uma história dessa época do ponto de vista das mulheres, já que quase toda a documentação de então era escrita por homens que narravam feitos de homens para outros homens. María tinha fortes desavenças com o pai. Quando soube que a Coroa precisava de mulheres para povoar o território do Rio Prata para impedir a mestiçagem dos conquistadores espanhóis com as índias, vislumbrou uma chance para escapar do destino que a sociedade lhe impunha. Partindo da praia de Sanlúcar de Barrameda, a nobre María de Sanabria comandou três embarcações até a América do Sul. Em companhia de outras mulheres - entre elas a mãe e a irmã -, a jovem contou com o apoio do célebre conquistador Cabeza de Vaca. O forte preconceito contra uma expedição feminina e a aliança com o lendário Cabeza de Vaca serão algumas dificuldades enfrentadas. Ao longo da travessia do Atlântico, enfermidades e piratas colocarão a resistência da espanhola à prova. Mas este é apenas o início da perigosa jornada. Um misterioso soldado alemão marca a nova reviravolta no destino de María de Sanabria, uma mulher decidida a realizar o grande sonho de sua vida.

Reviews

No reviews
Item Posts
No posts